ATDD

ATDD

Acceptance test-driven development / Desenvolvimento Orientado a Testes de Aceitação


É uma metodologia de desenvolvimento com base na comunicação entre os clientes empresariais, os desenvolvedores e os testadores. Comumente usada para tarefas repetitivas de interface com usuário. Testadores que precisam fazer uma rotina diversas vezes ao dia pode usar essa ferramenta para agilização de processo.
Similar ao TDD, a metodologia ATDD diferencia-se pelo fato de termos uma colaboração maior entre o desenvolvedor, analista de qualidade (tester) e negócio (cliente/partes interessadas). Enquanto o teste unitário está intrinsecamente relacionado com o código, de um ângulo do desenvolvedor (visão interna), o teste de aceitação está voltado ao ponto de vista do usuário, uma visão externa ao sistema. ATDD engloba os testes de aceitação, mas destaca que escrevem testes de aceitação antes de os desenvolvedores de começar a codificação.



Como o fluxo ATDD funciona?

Então temos 4 processos:
  1. Debater os Requisitos (Discuss)
  2. Refinar os Testes de Aceitação (Distill)
  3. Implementar o Código com TDD (Develop)
  4. Apresentar os Resultados dos Testes de Aceitação (Demo)


Debater os Requisitos (Discuss)
Nesta etapa as histórias de usuário (user story) são refinadas em um workshop ou em uma reunião de preparação do backlog do produto, antes da reunião de planejamento de sprint. Em ambos os casos, os participantes são uma equipe multifuncional, o Product Owner e, algum outro interessado que potencialmente tem mais informações sobre as histórias.
As perguntas devem ser feitas para elencar exemplos de utilização ou cenários de uso dessas histórias de usuário para que desta forma esses cenários possam ser escritos como testes.
Refinar os Testes de Aceitação (Distill)
Aqui são organizados os testes de aceitação em um formato requerido pelo Framework de automação de testes.
Implementar o Código com TDD (Develop)
Implementar a funcionalidade para fazer com que o teste de aceitação passe. O desenvolvimento deve iniciar pelos testes unitários, incluindo todas as condições propostas para as expectativas existentes.
Apresentar os Resultados dos Testes de Aceitação (Demo)
Após os testes passarem com sucesso, a história é verificada pelo Product Owner, normalmente em uma reunião de Review/Showcase, onde ele poderá aprová-la ou não. 
O resultado pode levar à criação de uma nova história ou uma alteração nos testes existentes, afim de contemplar novos cenários.

Esta é a interação entre as partes:



As características da ferramenta é uma lista de benefícios a quem busca automação de interface com usuário:

  1. Amplo conjunto de funções;
  2. aprendizado fácil da sintaxe; 
  3. simula movimentos do mouse e precionamento de teclas;
  4. manipula janelas e processos; 
  5. interage com todos contoles de janela padrão;
  6. scripts pode ser compilado em executáveis;
  7. suporta COM e expressões regulares;
  8. E claro, todos os outros benefícios de ser uma metodologia ágil.

Os benefícios proporcionados pela aplicação de teste ágil tendem a ser extraordinários quando 
explorados da forma correta, com as práticas e técnicas corretas, e sob a análise correta dos recursos, 
infraestrutura, ambiente, Frameworks e ferramentas a serem utilizados e aplicados no ciclo de vida de 
desenvolvimento do software. 

Bem pessoal, espero que tenham gostado! Aguardem o próximo post e até a próxima \o.

Thallita Celeste

Olá! Sou Thallita, fundadora do blog ThallitaCeleste. Sou Analista de segurança, com fome de conhecimento e grande vontade de ajudar as pessoas ao redor. Aqui, tento manter meu histórico sobre diversos temas. Bem, seja Bem Vindo ao meu Blog! Espero que goste. o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário