AJAX

No post de hoje vamos falar dele, o super herói Ajax!
Opa, pera.. Não é o super herói, desculpa.... Vamos deixar o super herói para uma próxima hora.

Então, senta que lá vem história!
Muitos pensam que Ajax é uma linguagem de programação, mas NÃO!
Ajax é a sigla do seu nome completo em inglês Asynchronous Javascript and XML.
Ajax é uma técnica ou uma 'biblioteca' criada na linguagem Javascript para carregar conteúdos XML, HTML, TXT, PHP, ASP, JSON, JAVA ou qualquer linguagem de marcação ou programação que possa ser recuperada de um servidor.
Dentre as tecnologias utilizadas para ser o Ajax que conhecemos temos: Javascript, XML, DOM e XMLHttpRequest.
Com Ajax, a requisição pode ser submetida ao servidor de forma assíncrona, o usuário poderia continuar visualizando a tela e/ou interagindo com ela, e, ao obter a resposta, o navegador renderizaria apenas os componentes que deveriam ser atualizados.
Um exemplo disso? O facebook, carregando mais uma quantidade de posts a cada fim da barra de rolagem. O que acontece por trás de tudo é que a medida em que você desce a barra de rolagem,
uma requisição Ajax é feita ao servidor para que mais posts sejam mostrados,
entretanto, a página não foi recarregada.
Viu?! Você já usava Ajax a um bom tempo e nem sabia disso...
Mas e aí? Como trabalhamos com Ajax então?! Implementamos um arquivo no servidor? Chamamos uma tag?


Então, aqui nós temos um modelo muito mais dinâmico.


As três principais características do Ajax são:


  • Um aplicativo Ajax é um aplicativo assíncrono, logo, são feitas solicitações usando um objeto Javascript e não um envio de formulário.
  • O navegador Web irá manipular as suas solicitações e respostas e não o seu código Javascript.
  • Uma vez que o navegador Web receber uma resposta a uma solicitação assíncrona, ele retornará a chamada para o seu código Javascript com a resposta do servidor.

Ok, mas usando isso quais são as vantagens e desvantagens que eu posso esperar?
 
Vantagens:
  • Aumento significativo na velocidade do site, pois estamos atualizando uma parte específica do site não ele todo.   
  • Melhor experiência do usuário, com o  uso do Ajax conseguimos explorar os recursos de cada browser.
  • Ajax é utilizado no lado client-side, desta forma temos liberdade de escolha sobre que tecnologia utilizar para a regra de negócios do projeto.

Desvantagens:
  • Deverá ser realizada uma análise de qual framework utilizar com o Ajax.
  • A utilização de 2 frameworks diferentes podem causar conflitos na hora de desenvolver.
  • Necessidade de solução de contorno quando utilizamos o Ajax para o sistema inteiro.Exemplo: os botões de “avançar” e “voltar” do navegador.
  • Quando implementamos o Ajax para o sistema inteiro, o simples fato de apertar os botões avançar e voltar do browser já irá te redirecionar pra página visitada anteriormente ao invés de voltar ao conteúdo visitado anteriormente. Para contornar isso, pode-se utilizar JQuery para realizar a manipulação de históricos de páginas. Onde para cada evento ocorrido na mudança de conteúdo ele automaticamente adiciona um “momento” no histórico. Logo, quando o usuário aperta os botões de navegação voltará exatamente onde quer. Uma outra opção é criarmos sistemas com links comuns para sistemas em Ajax, por exemplo, um link home e um link empresa, cada um apontando para o respectivo aplicativo Ajax. Isso faz com que alguns históricos sejam pulados porém o usuário se mantém dentro do contexto do sistema.

Show?!


Então é isso galerinha, valeu e até a próxima!

Thallita Celeste

Olá! Sou Thallita, fundadora do blog ThallitaCeleste. Sou Analista de segurança, com fome de conhecimento e grande vontade de ajudar as pessoas ao redor. Aqui, tento manter meu histórico sobre diversos temas. Bem, seja Bem Vindo ao meu Blog! Espero que goste. o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário